Resenha histórica do Coro da Catedral

Coro da Catedral do Funchal, Dezembro de 2010. Foto: Jardins da E.S.Francisco Franco - Funchal

O Coro da Catedral nasceu em finais de 2003 por iniciativa de um grupo de amigos que gosta de cantar. A ideia foi, desde logo, acarinhada quer pelo Sr. Bispo, D. Teodoro de Faria, quer pelos Senhores Cónegos responsáveis pelo serviço religioso da Sé, nomeadamente, o senhor Cónego Manuel Martins.

O coro é composto por cerca de 35 coralistas e canta a quatro vozes mistas. Tem como Director Artístico o prestigiado tenor e compositor madeirense, o maestro João Victor Costa que é o autor da maioria das peças e das harmonizações que o coro interpreta.

No seu percurso pode-se destacar inúmeras participações e actuações. Solenizou nos anos de 2004 as principais Eucaristias na Sé: 1º. Domingo da Quaresma, Páscoa, Pentecostes, Corpo de Deus, Dedicação da Catedral, missas do Parto e a Missa comemorativa da Beatificação do Imperador Carlos de Áustria, no Monte. Participou nos Encontros de Coros da Calheta e Santa Cruz.

 

COMPROMISSOS LITÚRGICOS

Em 2005, além de ter solenizado as mesmas Eucaristias do ano anterior, na Catedral, acresce-se as missas do dia da Imaculada Conceição, Natal e a Missa e Te Deum de Acção de Graças, no dia 31 de Dezembro. Actuou, também, nos Encontros de coros de Santa Cruz e Calheta.

No ano 2006 assumiu os mesmos compromissos litúrgicos na Catedral tendo ainda actuado no concerto do IX Festival de Coros da Madeira. Continuou a investir na qualidade e aumento do seu repertório.

No seu historial, em 2007, além dos compromissos litúrgicos assumidos na Catedral, solenizou a Missa da tomada de posse do Senhor Bispo, D. António Carrilho. Neste mesmo ano actuou no grande espectáculo comemorativo dos 500 anos da Cidade do Funchal, em conjunto com vários coros da Região, no Jardim Municipal.

Em 2008,  solenizou, na Catedral, as missas de: Santa Maria Mãe de Deus (1 de Janeiro), 1º. Domingo da Quaresma, Páscoa, Corpo de Deus, Assunção, Dedicação da Catedral, Festa de Cristo Rei, missas do Parto (duas) e de Natal. Participou no concerto de Natal de Santa Cruz. Efectuou um concerto de Natal para os doentes, na casa de Saúde Câmara Pestana.

 

MÚSICA SACRA, PROFANA E POPULAR

Para 2009, 2010 E 2011 tem no seu plano solenizar as missas que já estão calendarizadas, a exemplo dos anos anteriores, além de participar noutros eventos que possivelmente possam surgir. No seu repertório, continua a promover música sacra e música profana de cariz popular.

publicado por corocatedraldofunchal às 15:16